No passado dia 14 de novembro de 2020, entre as paredes da Universidade de Aveiro começaram a soar murmúrios de que algo de novo e grandioso se aproximava – o Frente a Frente. Um evento ambicioso que, sob alçada do Núcleo de Estudantes de Gestão, prometia acrescentar valor aos mais ousados da universidade que dele quisessem fazer parte. 

De olhos postos no Futuro, o Frente a Frente foi cuidadosamente desenhado com o intuito de oferecer aos estudantes a oportunidade de entrarem em contacto com aquele que, mais tarde, viria a ser o seu próximo desafio: o mundo do trabalho. Colaborações de empresas como a PwC, BCG, Celfocus, Altice Labs, Capgemini Consulting, EY, KPMG, L’oréal, CTT, Galp, EDP e Jerónimo Martins trouxeram a certeza de que o Frente a Frente só poderia ser uma pedra preciosa para se acrescentar à bagagem.  

Mas mais concretamente em que consistiu o evento? Duas fases, a primeira de formações e a segunda de entrevistas individuais e dinâmicas de grupo. 

Entre os dias 25 de novembro e 14 de dezembro, os candidatos puderam aprimorar os seus conhecimentos e colecionar diversos truques em formações como:

  • Get Ready com PwC – Tudo sobre Recrutamento e Seleção, em que conseguiram compreender melhor os pontos-chave que devem ser trabalhados para uma entrevista, bem como o que é estar do lado do entrevistador.  
  • CV do Zero, com uma das Big Four – Ernst & Young – onde puderam aprender todos os passos essenciais para a construção de um currículo. 
  • Pitch Pessoal, com a Speak and Lead, que lhes deu os truques básicos para um pitch arrasador. 
  • Entrevista de sucesso, com Ricardo Eugénio da recRHut.com, que deu dicas de como os candidatos se podem distinguir dos demais nas suas entrevistas. 

Esta fase de formações permitiu aos participantes retirarem as bases fundamentais para, posteriormente, nos dias 16 e 18 de dezembro, as colocarem em prática na fase de simulação de entrevistas e dinâmicas de grupo e, assim, obterem feedback das suas prestações. 

É certo que a situação atípica que hoje vivemos nos coloca diariamente vários desafios e o Frente a Frente não foi exceção. Era fundamental que medidas mais cautelosas, contrariamente ao que habitualmente conhecíamos, fossem tomadas para que o tudo pudesse ser levado a cabo com a máxima segurança. E o contexto virtual foi a solução. Ainda que com carga logística redobrada e, mesmo com todas as incertezas iniciais quanto à adesão, o Frente a Frente causou furor junto da comunidade estudantil que rapidamente superou as expectativas ao lutar pelo seu lugar no evento. 

E o feedback não podia ter sido mais gratificante para aqueles que arduamente trabalharam, sempre no desejo de levar o Frente a Frente para o comando da história – e conseguiram. Porque, por muitos candidatos e até empresas presentes no evento, o Frente a Frente foi descrito como uma oportunidade única, a mais realista, enriquecedora, desafiante, útil, interessante … enfim, o mais valioso investimento no futuro. 

E, depois dos testemunhos, podemos passar aos números. 

2

Fases

20

Horas

130

Candidatos

12

Empresas

89

Simulações de entrevistas

9

Dinâmicas de grupo

Estes dados convencem-nos, hoje, de que as palavras que inicialmente se fizeram soar, irão continuar a ecoar e que o Frente a Frente marcará a história do Núcleo de Estudantes de Gestão e de quem dele fez parte.